Não há como vir a este lugar e não lembrar de toda nossa história, eu consigo reviver tudo dentro de mim...

Me encontre aqui também: Pieces Of Me'

quarta-feira, outubro 13, 2010

Eu sempre quis um amor que amasse...


Eu quero a sorte de um amor tranquilo,
com sabor de fruta mordida..

[Cazuza, o poeta]




Sempre quis um amor que gozasse e que pouco antes de chegar a esse céu se anunciasse.
Sempre quis um amor que vivesse a felicidade sem reclamar dela ou disso.
Sempre quis um amor não omisso e que suas estórias me contasse.
Ah, eu sempre quis um amor que amasse.

(Elisa Lucinda - Fantástica)


E quem não quer??
Postar um comentário