Não há como vir a este lugar e não lembrar de toda nossa história, eu consigo reviver tudo dentro de mim...

Me encontre aqui também: Pieces Of Me'

terça-feira, outubro 11, 2011

Minha mãe me disse que algumas vezes as pessoas têm que chorar
todas as suas lágrimas, para dar lugar a um coração cheio de sorrisos.

(On Tree Hill)



Meus pés vão pisando a terra que é a imagem da minha vida:
Tão vazia, mas tão bela. Tão certa, mas tão perdida...
[Cecilia Meireles]




Mas...


[Image]
Mesmo com o todavia,
Com todo dia,
Com todo ia, Todo não ia..
A gente vai levando.

[Chico Buarque]





abri a porta pra você entrar,troquei sorrisos com o seu olhar , que olhava o meu , querendo o seu mais perto.
Thais Allana





Quem procura as melhores palavras, ainda não está certo. Devemos procurar o melhor silêncio. O silêncio exato. Não me esqueço o dia em que não fizemos nada, nada mesmo, parados, nos olhando como cúmplices, rindo a esmo, abraçados, olhando a janela como um vinho aberto. O futuro passeava pela janela. Talvez tenha me visto de mãos dadas com ela na velhice ou na infância. Não importa em que tempo estávamos. No nosso idioma, as pequenas gentilezas, como empurrar a cadeira para sentar ou amarrar os cadarços um do outro, já são suficientes para nunca esquecer os dias."
/Fabrício Carpinejar*



Em seu estado puro, o senso de humor não é negro nem vermelho nem azul mas tem as sete cores do arco-íris numa faixa só."
/Lygia Fagundes Telles*



Alegre era a gente viver devagarinho, miudinho, não se importando demais com coisa nenhuma. Felicidade se acha é só em horinhas de descuido."

/Guimarães Rosa*



"Hoje não somos os mesmos, mas somos mais juntos. Sabemos mais uns dos outros, e por esse motivo, dizer adeus se torna difícil. Digamos então, que nada se perderá, pelo menos dentro da gente."/Guimarães Rosa*


Hoje amanheci tão bem! Como se durante a noite tivesse vindo uma fada, uma dessas fadas das histórias antigas, fadinha boa com sua varinha de condão, não sofra mais querida, disse tocando com a varinha a minha cabeça, não sofra mais, ficou repetindo, e nessa hora acordei e me senti diferente."
/Lygia Fagundes Telles*




Postar um comentário