Não há como vir a este lugar e não lembrar de toda nossa história, eu consigo reviver tudo dentro de mim...

Me encontre aqui também: Pieces Of Me'

terça-feira, janeiro 11, 2011

Por ainda dizer, Eu te Amo *

Então enquanto chovia, eu me escondia entre o embaçado da vidraça e um palpite curto da minha respiração. Fechei bem os olhos por alguns minutos e, ai meu Deus, como eu desejei voar, ou ser um beija-flor de longas e delicadas asas azuis que pudessem soltar polén de carícias em teu corpo... O mel de teus lábios rosados, eu fechei com chave dentro da minha boca, nem o aspirar da esperança de senti-lo outra vez me faz querer soltá-lo e perder no ar a nostalgia de lembrar... Então, entre o compasso da canção que conhecemos eu deixo mais dias passarem até que se findem os anos, com a melodia familiar que ouvíamos e assim venha o selar do amor, finalmente. O amor não consegue morrer, porém, também não sabe dizer que vive, que ainda vive dentro de mim. E assim, entre uma lágrima e um sorriso e meio, eu tento disfarçar, que um dia eu te chamei de madrugada...
            que um dia eu te gritei de saudade desesperada,
                        que um dia eu te beijei com o coração pulsando,
                                      que um dia eu fui só tua, só tua, te amando,
                                                                          que um dia ainda te amo...

... Simplesmente lindo,
Postar um comentário